Lavanda - VIDA COM SAÚDE

Lavanda

BENEFÍCIOS DA LAVANDA

 

A lavanda ou alfazema é uma planta da família das hortelãs que é facilmente identificada por seu doce aroma floral. 

Acredita-se que seja nativa do Mediterrâneo, do Oriente Médio e da Índia, com uma história que remonta a 2.500 anos. 

 

Nos tempos antigos, a lavanda era usada como uma erva sagrada. 

Além disso, era frequentemente usado para refrescar e dar um leve perfume a uma variedade de itens pessoais, como roupas e cabelos.

A lavanda possui propriedades extraordinárias, ajuda a acalmar, faz bem para pele, cabelo, entre outros benefícios.

 

Benefícios da alfazema para a saúde 

 

lavanda

 

Hoje, a lavanda é mais do que apenas uma planta perfumada. Acontece que esta erva também é comumente usada para benefícios medicinais e terapêuticos. 

Portanto, se você está lidando com alguns problemas médicos próprios e não quer arriscar os desagradáveis ​​efeitos colaterais que vêm com muitos medicamentos de venda livre e de prescrição, dá uma olhada nas vantagens potenciais de saúde do uso lavanda.

Pode ajudar a melhorar o sono

A insônia é um problema incômodo que o mantém girando durante a noite. 

Cortar a  cafeína  e fazer mais  exercícios  pode ajudar a induzir o sono. 

Mas às vezes esses esforços e outros remédios não funcionam. Como resultado, você acaba se tornando um pouco grogue durante o dia.

Se você está disposto a tentar qualquer coisa para ter uma noite de sono repousante, um estudo publicado em março de 2017 na  Associação Britânica de Enfermeiros Críticos  descobriu que o óleo essencial de lavanda é um remédio eficaz para melhorar a qualidade do sono de pacientes de unidade de terapia intensiva (UTI) que teve dificuldade para dormir. 

Portanto, se você tentou outros remédios para dormir sem sucesso, coloque algumas gotas de óleo essencial de lavanda em seu travesseiro antes de ir dormir esta noite. 

Apenas certifique-se de não ingeri-lo, ou qualquer outro óleo essencial, pois isso pode causar danos à saúde.

Pode ajudar a tratar manchas na pele

Uma variedade de óleos essenciais também são excelentes para uso dermatológico, incluindo lavanda. 

Na verdade, se você tem acne,  eczema ou inflamação da pele, a aplicação de óleo de lavanda nas áreas afetadas pode desempenhar um papel no tratamento de manchas e aliviar a inflamação.

Para pessoas com pele sensível, dilua o óleo essencial em água ou óleo veicular.

A atividade antioxidante da lavanda também pode contribuir para a cicatrização de feridas.

Apenas certifique-se de verificar com seu dermatologista antes de adicionar lavanda ao seu regime de cuidados com a pele, para garantir que ela não interaja com nenhum dos medicamentos que você está tomando.

Antes de seguir o caminho tradicional para ajudar a aliviar a dor, experimente aromaterapia com óleo essencial de lavanda a 2% diluído em água. 

Um estudo descobriu que a alfzema é um remédio eficaz para a dor pós-operatória.

Ela pode funcionar como um analgésico porque o óleo contém acetato de linalil e linalol – componentes antiinflamatórios encontrados em muitos óleos essenciais. 

A lavanda também contém polissacarídeos. 

Outro estudo publicado na revista Phytotherapy Research afirmou que as plantas que contêm essas moléculas são “as mais potentes na cura de doenças inflamatórias”, que inclui artrite e reumatismo.

Enquanto isso, outra pesquisa sugere que a aromaterapia de lavanda pode ser usada durante o trabalho de parto para reduzir a intensidade, embora não a duração, da dor.

Reduza a pressão arterial e a frequência cardíaca

A hipertensão crônica aumenta o estresse do coração, aumentando o risco de complicações de saúde, como derrame e ataque cardíaco

Mas um pequeno estudo publicado em 2017 no Iranian Journal of Pharmaceutical Research descobriu que quando 40 pessoas inalaram óleo essencial de lavanda após uma cirurgia de coração aberto, elas reduziram sua pressão arterial e frequência cardíaca.

Sugerindo que o óleo teve um efeito positivo em seus sinais vitais.

Ainda assim, os autores observam que mais pesquisas são necessárias sobre esse possível benefício – a saber, um ensaio clínico randomizado, o padrão ouro para pesquisa médica, com um tamanho de amostra maior.

Pode aliviar os sintomas da asma

Devido aos efeitos antiinflamatórios da lavanda, ela também pode melhorar a asma brônquica. 

Um estudo em ratos publicado em julho de 2014 na revista Life Sciences descobriu que o óleo essencial de lavanda teve um impacto positivo na saúde respiratória, aliviando a inflamação alérgica e hiperplasia do muco. 

Se o mesmo efeito seria observado em humanos ainda não está claro. 

Diminui as ondas de calor da menopausa

Os afrontamentos são um sintoma comum da menopausa que afeta muitas mulheres.

Isso causa uma sensação repentina de calor no corpo, pode fazer o rosto ficar vermelho e provocar transpiração.

Mas a aromaterapia de lavanda por 20 minutos duas vezes ao dia pode ajudar a reduzir os flashes da menopausa e melhorar a qualidade de vida, de acordo com um estudo publicado em setembro de 2016 no Journal of Chinese Medical Association

Ajuda a combater o crescimento de fungos

Existem também vários estudos que destacam a potencial atividade antifúngica da alfazema. 

Estudos sugerem que o óleo essencial de lavanda pode ser eficaz na inibição do crescimento de certos tipos de fungos, como C. albicans . 

O óleo também pode atuar como remédio no tratamento do pé de atleta e da micose, que também são causadas por fungos, de acordo com pesquisas anteriores. 

Efeito da lavanda nos níveis de estresse

 

O estresse diário pode afetar sua saúde mental. Quanto maior o nível de ansiedade, maior o risco de dores de cabeça, depressão e falta de energia.

A boa notícia é que a lavanda pode ajudar a levantar a nuvem negra que paira sobre sua cabeça e dar à sua visão mental um estímulo muito necessário. 

Existem muitas pesquisas que sugerem que a alfazema tem efeitos positivos sobre o humor, o estresse, a ansiedade e a depressão.

Por exemplo, um ensaio clínico randomizado publicado em fevereiro de 2018 na revista Complementary Therapies in Medicine descobriu que os sintomas da síndrome pré-menstrual melhoraram em mulheres que inalaram óleo essencial de lavanda.

Eles experimentaram menos ansiedade, depressão e nervosismo.

Da mesma forma, outro ensaio clínico randomizado, publicado em outubro de 2017 no International Journal of Nursing Practices , descobriu que os tratamentos de massagem reflexológica com óleo essencial de lavanda ofereciam benefícios psicológicos, reduzindo a ansiedade e a depressão

Formas de lavanda

 

O néctar do óleo de lavanda extraído da planta com flor é usado para criar um óleo perfumado. 

O óleo pode ser massageado na pele, colocado em um difusor ou aplicado em um travesseiro ou cotonete e inalado para aromaterapia.

Lavender Plant Esta é uma planta perene com um perfume doce. Adiciona cor a um jardim e exala um aroma doce.

Cápsulas ou suplementos de lavanda Você também pode comprar lavanda como suplemento na forma de cápsula. 

Tome conforme as instruções para os benefícios medicinais – apenas certifique-se de trabalhar com seu médico para garantir que o suplemento não tenha interações negativas com qualquer medicamento que você esteja tomando. 

Além disso, saiba que os suplementos não são regulamentados pela Food and Drug Administration (FDA).

Chá de lavanda Esta forma da planta pode oferecer uma bebida calmante que ajuda a aliviar a ansiedade e promove o sono.

As   diretrizes MyPlate   listam o chá de lavanda como um complemento saudável ao seu plano de refeições.

Você pode comprar chá de lavanda ou fazer o seu próprio, mergulhando brotos da planta em água fervente por cerca de 15 a 20 minutos.

Como selecionar e armazenar a lavanda?

 

Isso ajuda a se familiarizar com os diferentes nomes botânicos da lavanda antes de comprar. 

Dessa forma, você selecionará o tipo certo com base em como planeja usar a erva.

Lavandula stoechas é para suporte emocional, cutâneo, respiratório e muscular, mas costuma ser usada sob os cuidados de um profissional treinado. 

Para ajudar com nervosismo, dores de cabeça, insônia, cólicas menstruais ou problemas respiratórios, você pode selecionar Lavandula angustifolia .

Por outro lado, Lavandula latifolia pode ajudar com dores de cabeça, problemas respiratórios, inflamação, picadas de insetos e dores musculares ou articulares. 

Felizmente, você não precisa se lembrar desses detalhes específicos ao comprar lavanda. 

O rótulo do produto deve informar exatamente como usar o óleo ou suplemento e os benefícios para a saúde desse tipo específico da planta.

Além disso, certifique-se de procurar lavanda de grau terapêutico 100% puro ao usar a erva para fins medicinais.

Ao comprar óleo essencial de lavanda, o armazenamento adequado é importante para manter a vida útil da erva. 

Para óleo essencial, certifique-se de fechar a garrafa após cada uso e manter o produto armazenado em local fresco e seco.

O mesmo se aplica a suplementos ou cápsulas de lavanda. Interrompa o uso quando o suplemento expirar.

Outros usos para alfazema

 

Os insetos são um incômodo durante o verão e os meses mais quentes. 

Você ficará feliz em saber que a lavanda pode agir como um repelente natural de insetos, afastando uma variedade de criaturas, como moscas, mosquitos e mariposas. 

Além disso, você pode colocar alfazema em diferentes áreas da casa para ajudar a refrescar o cheiro de um cômodo velho. 

Isso pode incluir a lavanderia, a garagem e os armários.

Ou passe um pouco do óleo essencial no dedo e coloque um pouco do óleo em volta do pescoço para um perfume natural.

Você descobrirá que a lavanda também é um ingrediente de alguns sabonetes, loções e sabonetes especiais. 

Esses produtos podem deixar a pele hidratada e promover uma sensação de calma e relaxamento após o banho. 

Efeitos colaterais

 

A alfazema não foi aprovada pelo FDA, por isso é importante estar ciente dos riscos potenciais à saúde ou dos efeitos colaterais do uso desta erva.

Por exemplo, você não deve beber óleo de lavanda porque pode ser venenoso quando ingerido. 

Os sintomas de envenenamento podem incluir dificuldade para respirar, vômitos e diarreia. 

Se você preferir tomar por via oral, certifique-se de comprar suplementos de lavanda e tomar conforme as instruções.

Lembre-se de que algumas pessoas são sensíveis à alfazema e podem sentir dor de estômago , dores nas articulações ou dor de cabeça após o uso.

Embora a alfazema seja boa para a pele, existe o risco de uma reação alérgica ou irritação cutânea. 

Os sinais de reação incluem inchaços, vermelhidão ou sensação de queimação. Pare de usar se tiver sinais de sensibilidade ou reação.

Também há evidências de uso repetido de lavanda causando uma condição rara chamada ginecomastia pré-púbere, que é o aumento do tecido mamário em meninos antes da puberdade.

Resumo

 

Como você pode ver, a lavanda ou alfazema é muito mais do que apenas uma cor ou uma planta vibrante.

Entre seu aroma agradável e seu potencial para ajudá-lo a lidar com uma variedade de doenças, você pode se beneficiar adicionando este remédio ao seu regime – seja a lavanda em óleo, cápsula ou chá.

 

 

 

Fonte: EveryDayHealth.com

Ajude-nos compartilhando com seus amigos