Infecção de Ouvido - VIDA COM SAÚDE

Infecção de Ouvido

 

Infecção de ouvido recorrente

 

Uma infecção no ouvido é causada por bactérias ou vírus presentes na orelha média do indivíduo.

 

É comum esse tipo de inflamação surgir como um sintoma de outras doenças, como gripe ou alergias, mas outras causas podem acarretar no aparecimento dos sintomas.

As infecções crônicas de ouvido podem fazer mais do que causar dor – também podem levar à perda de audição. 

Aprender mais sobre tratamento e prevenção pode ajudá-lo a controlar infecções recorrentes para você ou seu filho.

É normal pegar uma infecção de ouvido de vez em quando (especialmente quando você é criança), mas se as infecções continuarem voltando, podem representar um risco sério para a saúde.

Uma infecção de ouvido ocorre quando o fluido se acumula atrás do tímpano, causando dor, pressão, perda temporária de audição e febre, de acordo com o Instituto Nacional de Surdez e Outros Distúrbios da Comunicação (NIDCD) .

O NIDCD diz que cinco em cada seis crianças terão pelo menos uma infecção de ouvido por volta do terceiro aniversário, e a maioria delas não são graves.

No entanto, o Hospital Infantil CHOC, explica que se você ou seu filho tiver três infecções de ouvido durante um período de seis meses, ou quatro em um ano, este é o sinal revelador do que é conhecido como uma infecção crônica ou recorrente – e, se não for tratada, pode levar à perda permanente da audição.

Determinar a causa raiz das infecções de ouvido recorrentes é o primeiro passo para a cura. 

Os culpados comuns podem incluir alergias, problemas crônicos de sinusite ou uma tuba auditiva subdesenvolvida ou bloqueada, a passagem que conecta o ouvido médio à parte superior da garganta.

 

Problemas da tuba auditiva

 

“Em bebês e crianças pequenas, a trompa de Eustáquio pode não estar madura ou totalmente funcional ainda, então eles podem terminar com pressão negativa que causa o acúmulo de fluidos e infecções de ouvido recorrentes”, diz um otorrinolaringologista.

“O tímpano é transparente, então podemos ver fluido ou pus atrás dele e, às vezes, o tímpano fica vermelho ou saliente com a pressão”, acrescenta. 

Nesses casos, especialmente se houver perda de audição, podem ser necessários tubos de ouvido para drenar o fluido e prevenir novas infecções de ouvido. 

“Os tubos auriculares ajudam a equalizar a pressão e drenar o fluido, e eles caem em dois anos, conforme a tuba auditiva amadurece”, diz o Dr. Chio.

A cada ano, mais de meio milhão de cirurgias de tubos auriculares são realizadas em crianças, relata a Academia Americana de Otorrinolaringologia – Cirurgia de Cabeça e Pescoço . 

Mesmo assim, é uma cirurgia e envolve o uso de anestesia geral, observa Choi.

 

Alergias e Sinusite

 

“ Sinusite crônica ou alergias são outras causas potenciais de infecções de ouvido recorrentes”, diz Jordan S. Josephson, MD, otorrinolaringologista .

“Nesses casos, um antibiótico vai tratar a infecção, mas não vai resolver a suscetibilidade subjacente a infecções de ouvido”, diz o Dr. Josephson. 

E, como o uso excessivo de antibióticos pode levar à resistência, os pediatras costumam relutar em prescrever antibióticos, a menos que seja absolutamente necessário. 

Em geral, os pais são orientados a observar a criança por 48 a 72 horas e tratar a dor com analgésicos de venda livre, acrescenta ele.

A prevenção também pode ajudar a evitar mais infecções de ouvido, uma vez que a causa se torne clara, de acordo com Josephson. 

Se a sinusite está causando infecções de ouvido, irrigar as passagens dos seios da face com solução salina pode fazer a diferença, diz ele. 

Além disso, manter o sistema imunológico saudável também pode ajudar a prevenir algumas das infecções que causam sinusite e infecções de ouvido. 

“Uma tomografia computadorizada ou outros exames de imagem podem ajudar a diagnosticar a sinusite”, observa ele.

Acrescentando que fazer o teste de alergias e elaborar um plano para evitar a exposição a irritantes também pode ajudar.

 

 

infecção de ouvido

 

 

Tratar infecções de ouvido recorrentes

 

Se não tratada, infecções de ouvido recorrentes podem levar à perda de audição permanente ou uma ruptura do tímpano, diz Josephson.

Você também pode desenvolver um colesteatoma, um crescimento anormal da pele no ouvido médio atrás do tímpano, que pode ocorrer quando a pressão do vácuo durante uma infecção no ouvido estica o tímpano, de acordo com a Academia Americana de Otorrinolaringologia – Cirurgia de Cabeça e Pescoço . 

“Eu também vi crianças que tiveram tecido cicatricial, necrose [tecido morto] ou erosão do osso atrás da orelha como resultado de infecções de ouvido recorrentes”, diz Chio.

 

 

 

Fonte: EverydayHealth.com

Artigos Relacionados: