Desvio de Septo Nasal - quando apresenta alguma tortuosidade

Desvio de Septo Nasal

O que é desvio de Septo Nasal?

Quando o septo nasal apresenta alguma tortuosidade, denominamos de desvio de septo nasal.

 

 O que é Septo Nasal?

 

 

Septo nasal é uma estrutura única que divide o nariz em dois lados.

De uma forma geral, anteriormente é formado por cartilagem e posteriormente é formado por osso, sendo recoberto por uma fina camada que é denominada de mucosa nasal.

Dessa forma, o septo nasal separa as duas fossas nasais. E a abertura de cada fossa nasal é denominada de narina.

 

Como posso saber se tenho Desvio de Septo Nasal?

 

O diagnóstico de certeza deve ser feito por um médico otorrinolaringologista de sua confiança.

Durante a consulta, o septo nasal pode ser avaliado de duas formas.

A primeira é com o uso de um instrumento chamado espéculo nasal que afasta as narinas delicadamente, permitindo ver a fossa nasal e as estruturas que compõem o nariz.

Se o desvio de septo nasal é anterior, o médico otorrinolaringologista consegue visibilizá-lo já com este exame.

No entanto, desvio de septo nasal mais posterior não consegue ser visto e então, o médico otorrinolaringologista utiliza uma pequena câmera de pequeno diâmetro.

Ela é colocada dentro do nariz e que permite a visibilização de todas as estruturas que compõem o nariz.

Com a câmera pode visualizar o septo nasal, cornetos nasais e os óstios de drenagem dos seios da face. Esta câmera é denominada “nasofibroscópio”.

 

Cirurgia de Septo

 

 

O que é cirurgia de septo nasal?

 

Cirurgia de septo nasal é a cirurgia para a correção do desvio de septo nasal, num paciente que apresenta queixa de nariz tampado.

Tecnicamente é denominada de septoplastia.

 

Como é a cirurgia de septo nasal (septoplastia)?

 

A cirurgia de septo nasal (septoplastia) é feita em hospital, com anestesia geral; ou seja, o paciente dorme durante a cirurgia e não se recorda da sala de operações.

Aliás, antes mesmo de ser encaminhado à sala de cirurgia, o paciente recebe uma medicação que diminui sua ansiedade e gera sonolência.

Esse procedimento é aplicado de forma a reduzir o incômodo pré-operatório, que é absolutamente comum.

Por rotina, a Equipe Cirúrgica sempre passa no quarto do paciente antes da cirurgia, e neste momento o médico anestesista prescreve a medicação.

O paciente é levado para a sala de operação já dormindo, e é lá que a anestesia geral intravenosa (remédio na veia) é administrada e o paciente inicia um sono profundo.

Toda a cirurgia pode ser feita com o auxílio de uma pequena câmera que é colocada dentro do nariz (endoscópio).

Essa câmera transmite a imagem pela televisão – permitindo enxergar o septo nasal em toda sua extensão assim como todas as estruturas do nariz.

 

 

A anestia é local

 

Inicialmente é aplicada uma anestesia local no septo nasal, e em seguida, é feita uma incisão na mucosa que recobre o septo nasal, de forma que toda a deformidade seja exposta.

As deformidades encontradas no septo nasal são então removidas sob visão direta, sem cicatrizes externas, com instrumentos específicos.

Após a retificação do septo nasal e correção do desvio, a mucosa é novamente suturada, e a cirurgia se encerra.

O anestesista deixa de administrar mais anestésicos, e o paciente acorda tranquilamente, sem nenhum incômodo, e é capaz de conversar com toda a Equipe logo em seguida.

Sua família é então comunicada de que tudo correu bem, e o paciente é encaminhado à sala de recuperação da cirurgia.

Nesta sala o paciente fica por aproximadamente uma hora e depois é encaminhado ao seu quarto.

Nos casos em que crianças são operadas, os pais são convidados a entrar na sala de recuperação da anestesia.

Desta forma a criança acorda efetivamente a seu lado, sem sentir medo ou insegurança.

A esta cirurgia de septo nasal realizada com o auxílio do endoscópio, denominamos de septoplastia endoscópica.

 

 

Ajude-nos compartilhando com seus amigos