Como Reduzir o Risco de Complicações da Diabetes

Complicações da Diabetes

Como Reduzir o Risco de Complicações da Diabetes

Diabetes é uma doença crônica e sistêmica que pode desencadear complicações que mudam a vida em praticamente todos os sistemas do corpo. 

A perspectiva de cegueira, amputação, derrame e insuficiência renal é real e assustadora.

 

Com boas estratégias de autocuidado e prevenção, você pode sair por cima. Veja como:

 

1) Abaixe seu Índice Glicêmico

 

 

O DCC – departamento de controle de diabetes dos EEUU descobriu que, para cada 1 ponto que você reduz sua glicemia em três meses, você reduz seu risco de complicações da diabetes e microvasculares em 37%.

O estudo também descobriu que manter os níveis de açúcar no sangue o mais próximo do normal reduzia a progressão das doenças diabéticas dos olhos, dos rins e dos nervos.

O monitoramento domiciliar regular dos níveis de glicose no sangue pode ajudá-lo a determinar se os esforços de tratamento estão valendo a pena.

 

2) Cuide dos seus pés

A neuropatia periférica (lesão do nervo) dos pés, úlceras do pé e pé de Charcot são apenas algumas das possíveis complicações diabéticas que podem afetar seus pés. 

Trate bem seus pés com prevenção, proteção apropriada e exames regulares nos pés para ajudar a interromper os problemas antes que ele comece.

 

3) Pare de fumar

Fumar aumenta a resistência à insulina, aumenta os níveis de glicose no sangue e aumenta drasticamente o risco já elevado de complicações da diabetes e  cardiovasculares. 

Parar hoje é provavelmente a melhor coisa que você poderia fazer pela sua saúde.

 

 

 

4) Exercício Diário

Se você não faz da atividade física uma parte regular de sua rotina diária, comece agora. 

O exercício tem um efeito natural de diminuição da glicose no sangue e é absolutamente essencial para o seu bem-estar físico e psicológico, reduzindo as complicações da diabetes.

Apenas 30 minutos de exercício diário na maioria dos dias da semana podem ajudar a retardar a progressão do diabetes tipo 2 e proteger contra doenças cardíacas. 

É tão importante para os indivíduos com diabetes tipo 1 em ajudar a manter uma boa saúde cardiovascular.

 

 

5) Cuide da Sua alimentação

Como você já sabe, a comida tem um tremendo impacto no controle do diabetes. 

Mesmo se você estiver tomando insulina ou medicação oral, é essencial comer refeições saudáveis, equilibradas e ricas em nutrientes.

Quem tem diabetes deve observar sempre os níveis de carboidratos bem como os níveis de gordura saturada, colesterol e sódio para manter a pressão arterial sob controle e manter o coração saudável.

 

 

6) Tenha Controle e Acompanhamento

Mantenha seus compromissos de controle da diabetes e consulte seu médico regularmente.

Consulte seu Oculista e examine seus olhos anualmente, mais frequentemente se tiver problemas oculares diagnosticados.

Consulte seu dentista a cada seis meses para uma verificação de saúde bucal e de limpeza e uma visita anual ao pedólogo.

 

7) Mantenha suas vacinas em dia

Uma vacina contra a gripe anual e uma imunização contra pneumonia (uma vez, com um reforço de cinco anos) são importantes para se manter bem e reduzir o risco de um episódio de hiperglicemia com risco de vida. 

Um reforço de tétano também é recomendado a cada dez anos. Converse com seu médico sobre outras vacinas.

 

8) Gerencie seu humor e evite complicações da diabetes

Procure manter seu estado emocional equilibrado e uma atividade física regular. 

Diabetes é uma doença estressante, e o estresse aumenta os níveis de glicose no sangue, contribuindo para complicações da diabetes.

A depressão também pode ocorrer entre os diabéticos trazendo consequências nos cuidados com a doença, principalmente negligenciando o tratamento.

 

 

9) Tome medicamentos conforme receituário médico

Quando se trata de insulina e medicamentos orais, siga as instruções do seu médico. 

Se os efeitos colaterais forem muito altos ou se os níveis de glicose no sangue estiverem muito altos ou muito baixos, não pare de usar o remédio por conta própria.

Procure seu médico para uma consulta. Muitas vezes é necessário ajustas as doses da medicação.

 

 

10) Mude Seu Estilo de Vida

Lembre-se de que você é responsável pela sua própria assistência médica, e seu médico é um parceiro, não um ditador ou um mágico. 

Um paciente instruído é um paciente capacitado, por isso aprenda tudo o que puder sobre o tratamento do diabetes.

Preste atenção em como as escolhas de alimentos, exercícios e estilo de vida afetam seus níveis de glicose.

Mantenha o foco no objetivo de controlar seu diabetes, em vez de deixá-lo controlar você.

 

 

 

Ajude-nos compartilhando com seus amigos