Como Calcular a Idade do Cão - VIDA COM SAÚDE

Como Calcular a Idade do Cão

Pesquisa encontra melhor maneira de

calcular a idade do cão

 

Você pode pensar que sabe quantos anos tem o seu cão.

Como a idade deles se traduz em anos humanos, aproximadamente?

Alguns pesquisadores pensam que calculamos errado a idade dos cães esse tempo todo. Em um novo estudo, eles explicam o porquê.

Amigos de quatro patas favoritos dos humanos, os cães, embora sejam companheiros leais e amorosos, a expectativa de vida deles é, infelizmente, muito menor que a nossa.

No entanto, pode ser difícil entender o que a idade de um cão significa, em termos de desenvolvimento e estágio de vida.

As pessoas costumam converter anos de cão em anos humanos estimando que 1 ano de cão é igual a 7 anos de homem. Mas isso pode não ser exato.

A Associação Americana de Medicina Veterinária argumenta que o envelhecimento não é claro . 

A recomendação desta associação é que, em vez de converter a idade com regras simples e imprecisas, as pessoas que vivem com cães busquem sinais específicos de desenvolvimento físico e envelhecimento, a fim de entender melhor o estágio da vida de seus companheiros caninos.

 

A Pesquisa

 

Agora, uma equipe de pesquisadores – liderada pelo Prof. Trey Ideker, geneticista da Universidade da Califórnia, em San Diego – desenvolveu um método mais preciso para calcular a idade de um cão e traduzi-lo para anos humanos.

Esse método, que os pesquisadores explicam em um estudo publicado on-line antes da impressão no bioRxiv , envolve examinar como as sutis mudanças químicas no corpo afetam a expressão gênica ao longo do tempo. 

Esse processo é conhecido como metilação do DNA .

Essas modificações químicas sutis desempenham um papel fundamental no envelhecimento humano e também estão presentes em animais.

Os cães são excelentes candidatos, quando se trata de comparar o envelhecimento biológico, pois compartilham nosso ambiente e geralmente recebem tratamentos médicos semelhantes para problemas de saúde semelhantes.

 

8 semanas para cães como 9 meses para humanos

No presente estudo, os pesquisadores se concentraram em uma única raça: Labradores. 

Isso lhes permitiu fazer comparações mais precisas entre os anos de cães e humanos, pois eliminou as possíveis diferenças inerentes ao envelhecimento entre diferentes raças de cães.

A equipe pesquisou mudanças nos padrões de expressão gênica em 104 labradores com idades entre 4 semanas e 16 anos, que os veterinários normalmente consideram uma venerável velhice para cães.

Então, os pesquisadores compararam esses padrões com os de humanos. 

Eles descobriram que, tanto em humanos quanto em labradores, certas mutações na expressão gênica ocorrem de maneira semelhante entre os genes que desempenham papéis nos processos de desenvolvimento.

Com base nessa observação, a equipe acredita que alguns aspectos do envelhecimento provavelmente fazem parte do processo de desenvolvimento.

 

“Embora a biologia do envelhecimento tenha sido historicamente considerada separada da do desenvolvimento, sua forte associação, demonstrada aqui, apóia um modelo no qual pelo menos alguns aspectos do envelhecimento são uma continuação do desenvolvimento e não um processo distinto”, escrevem os pesquisadores em seu trabalho de estudo.

 

Além disso, quando compararam a taxa de metilação do DNA nos labradores com a dos humanos, os pesquisadores conseguiram combinar a idade dos cães com a idade humana. 

O cálculo, no entanto, acabou sendo bastante complexo.

A fórmula desenvolvida pelos pesquisadores envolve a determinação do logaritmo natural da idade do cão, multiplicando-o por 16 e adicionando 31.

Uma calculadora pode ajudar a calcular o logaritmo natural.

Por esse acerto de contas, o desenvolvimento de um filhote de 8 semanas é aproximadamente equivalente ao de um bebê humano de 9 meses. 

Como os pesquisadores explicam em seu artigo:

“Aproximadamente 8 semanas em cães (0,15 anos) e aproximadamente 9 meses em humanos (0,78 anos) corresponde ao estágio infantil quando dentes decíduos entram em erupção em filhotes e bebês.

Em idosos, a expectativa de vida útil dos labradores, 12 anos, traduzido corretamente para a expectativa mundial de vida dos seres humanos, 70 anos “.

No futuro, os pesquisadores esperam levar o estudo adiante, analisando por que os padrões de envelhecimento podem diferir entre cães e raças, levando alguns cães a desenvolver certos problemas de saúde muito mais cedo na vida do que outros.

 

 

 

Ajude-nos compartilhando com seus amigos