Colesterol

Colesterol

O que é colesterol e por que é importante?

colesterol é uma substância gordurosa que provém de duas fontes: o corpo e alguns alimentos. 

O fígado produz a quantidade de colesterol necessária e suficiente para o funcionamento normal do corpo.

 

Ovos, laticínios e carne são ricos em colesterol. A maior parte disso está na forma esterificada.

O corpo absorve aproximadamente 50% do colesterol que está na alimentação. Os esteróis vegetais são pouco absorvidos pelo organismo.

colesterol é sintetizado por praticamente todas as células nucleadas no corpo. 

O fígado é o principal órgão produtor (10% do total), sendo outros órgãos importantes na produção, o intestino, córtex adrenal, testículos e ovário. 

colesterol, por ser uma gordura, não é muito solúvel na água.

No entanto, a natureza deu um jeito de tornar o colesterol solúvel na água e transportá-lo através do sangue e isso ocorre através das lipoproteínas .

As lipoproteínas são complexos lipoproteicos através dos quais o colesterol, ésteres de colesterol, triglicerídeos e fosfolipídios são transportados pelo sangue.

 

 

HDL – Colesterol bom

O HDL é conhecido como “bom colesterol” porque é o colesterol que está a caminho de ser expulso do nosso sistema. 

Vários estudos científicos mostraram que um baixo nível de HDL está associado a um risco aumentado de sofrer um ataque cardíaco no futuro. 

Nos homens, o nível de bom colesterol no sangue deve ser superior a 40 mg / dl e nas mulheres deve ser superior a 50 mg / dl. 

Quanto menor o nível de HDL no sangue, maior o risco cardiovascular da pessoa.

 

Verdades sobre o colesterol HDL

O HDL é uma proteína que foi estudada e ainda está sendo estudada extensivamente. 

Hoje sabemos que existem fatores que aumentam o HDL no sangue e outros que o diminuem.

Aumentar HDL – Exercício e consumo moderado de álcool.

Diminuir HDL – Obesidade e uso de cigarro.

Pessoas com baixo nível de HDL devem mudar seu estilo de vida para que se ajuste aos parâmetros mencionados.

Aumentar sua atividade física, parar de fumar, manter um peso ideal e consumir álcool com moderação. 

Infelizmente, existem indivíduos que, devido à sua composição genética, não conseguem manter um nível adequado de HDL no sangue, apesar de um estilo de vida ideal. 

A maioria das pessoas faz dietas porque deseja perder peso, mas geralmente não a atinge e sujeita seu corpo a um risco agudo à saúde que pode aumentar com o tempo. 

E se conseguem perder alguns quilos, não os mantêm a longo prazo e depois os recuperam novamente, pois não geram hábitos alimentares.

 

LDL – Colesterol Ruim

Quando muito colesterol LDL circula no sangue, isso pode gradualmente criar uma camada nas paredes internas das artérias que alimentam o coração e o cérebro. 

Juntamente com outras substâncias, pode formar uma placa, um depósito duro e espesso que pode entupir essas artérias. 

Esta condição é conhecida como aterosclerose. 

Se um coágulo se formar e bloquear uma artéria já estreitada, pode causar um ataque cardíaco ou derrame. 

colesterol HDL e LDL no sangue são medidos para avaliar os riscos de ter um ataque cardíaco. 

colesterol de LDL menos do que 100 mg / dL é o nível ideal

Menos de 130 mg / dL é quase ideal para a maioria das pessoas. 

Um nível alto de LDL (mais de 160 mg / dL) reflete um risco aumentado de doença cardíaca. 

Essa é a razão pela qual o colesterol LDL é frequentemente chamado de colesterol ruim.

 

Níveis de Colesterol

 

Colesterol Total (MG/dl)

Desejável: <200
Limite: 200  – 239
Alto:> 240
 
 Colesterol LDL (mg / dl)
 Níveis de risco de doença cardíaca coronária
 

Geralmente, o desejável é inferior a 130, mas depende de fatores de risco.

Com base nos diferentes fatores de risco que o paciente apresenta, bem como na presença ou ausência de doença coronariana, os níveis desejáveis ​​de LDL mudarão, pois com um paciente com doença coronariana declarada, o LDL será ainda mais baixo.

 

Risco cardiovascular Valor máximo recomendado de Colesterol LDL Para quem
Risco cardiovascular baixo até 130 mg/dl Pessoas jovens, sem doenças ou com hipertensão bem controlada, com LDL entre 70 e 189 mg/dl..
Risco cardiovascular intermediário até 100 mg/dl Pessoas com 1 ou 2 fatores de risco, como tabagismo, pressão alta, obesidade, arritmia controlada,  ou diabetes que seja inicial, leve e bem controlado, dentre outros.
Risco cardiovascular alto até 70 mg/dl Pessoas com placas de colesterol nos vasos vistas pelo ultrassom, aneurisma de aorta abdominal, doença renal crônica, com LDL > 190mg/dl, diabetes há mais de 10 anos ou com múltiplos fatores de risco, dentre outros.
Risco cardiovascular muito alto até 50 mg/dl Pessoas com angina, infarto, AVC ou outro tipo de obstrução arterial por placas de aterosclerose, ou com qualquer obstrução arterial grave observado no exame, dentre outros.

Triglicerídeos

Não foi encontrado nenhuma relação direta como causa da produção de ateroma, mas muitas vezes as hipertrigliceridemias são acompanhadas de hipercolesterolemia

Valores altos de triglicerídeos (> 400) mascaram os valores dos outros lipídios em graus variados, dependendo da metodologia utilizada, não sendo confiáveis ​​os valores obtidos do colesterol e de suas frações. 

Geralmente é recomendado tratar a hipertrigliceridemia e, ao baixar para níveis normais, verificar os valores de colesterol. 

Também pode ser recomendado em pacientes de alto risco tratá-lo como hipercolesterolêmico , uma vez que a maioria das dislipidemias lida com ambos os níveis altos de triglicerídeos e colesterol . 

Além disso, níveis muito altos de triglicerídeos podem causar distúrbios graves, como pancreatite aguda.

Níveis recomendados
Normal: <200 mg / dl

Limite alto: 200-400
Alto: 400 – 1 000
Muito alto:> 1 000

 

Relação colesterol total / HDL

Outro dado muito útil para analisar em conjunto os valores obtidos é a relação colesterol total / HDL, conhecida como índice de Castelli ou índice aterogênico.

Essa relação nos mostra, por assim dizer, se os níveis de HDL são suficientes para “manipular” a carga total de colesterol e indica diretamente a concentração de LDL e VLDL.

Isso é útil quando o HDL parece adequado, mas o colesterol total é muito alto. 

Diferentes estudos mostraram que as mulheres administram níveis mais altos de HDL do que os homens, mas com o mesmo risco. 

Portanto, ao avaliar as mulheres, seus níveis desejáveis ​​de HDL devem ser maiores que 35 mg / dl; portanto, a proporção de colesterol total / colesterol HDL desejável para as mulheres é menor.

  

Para crianças e adolescentes, os valores críticos do colesterol no sangue são os seguintes:

 

Colesterol total (mg / dl)
Desejável: <170

Fronteira: 170 – 199
Alta:> 200

LDL-colesterol (mg / dl)
Desejável: <110

Fronteira: 110 – 129
Alta:> 130

 

 

Ajude-nos compartilhando com seus amigos