Ácido Kójico - VIDA COM SAÚDE

Ácido Kójico

 

O QUE É ÁCIDO KÓJICO

 

O ácido kójico é um produto químico produzido a partir de diferentes tipos de fungos. 

É também um subproduto do molho de soja fermentado e do vinho de arroz.

 

Ás vezes é usado na indústria alimentícia como conservante natural. 

Um dos principais usos do a. kójico, entretanto, é em alguns produtos de saúde e cosméticos.

Neste artigo, veremos como é usado, quais são os possíveis benefícios à saúde que ele pode ter e quais são os riscos e efeitos colaterais potenciais.

 

Como é Usado?

 

Ácido kójico

 

O a. kójico às vezes é usado em produtos de saúde e beleza para iluminar a pele. 

Pode ser usado para tratar problemas de pele, como danos causados ​​pelo sol, cicatrizes e manchas senis.

A ciência por trás de como o ácido kójico funciona como agente clareador envolve seu efeito na produção de melanina.

A melanina é um pigmento natural do corpo que dá cor aos olhos, cabelo e pele. Um aminoácido chamado tirosina é necessário para apoiar a produção de melanina.

O a. kójico funciona bloqueando a formação de tirosina, o que impede a produção de melanina. A diminuição da produção de melanina pode ter um efeito clareador na pele.

O a. kójico é mais comumente usado em produtos cosméticos, como cremes, loções e soros. 

Também é usado em alguns sabonetes. Muitos produtos com ácido kójico devem ser usados ​​nas mãos ou no rosto.

Produtos que contêm ácido kójico também podem ser usados ​​em outras partes do corpo, como pernas e braços. 

A concentração em cosméticos costuma estar entre 1 e 4% .

Certos produtos que contêm a. kójico, como soros, devem ser aplicados na pele, deixados e absorvidos. Alguns produtos, como sabonetes, são aplicados e lavados.

 

Benefícios do Ácido Kójico 

 

Os benefícios do uso de produtos contendo ácido kójico podem incluir o seguinte:

  • Efeito anti-envelhecimento : Produtos que contêm acido kójico podem iluminar a pele, o que pode melhorar a aparência de manchas senis e danos causados ​​pelo sol. A redução das manchas escuras pode ter um efeito anti-envelhecimento.
  • Trate o melasma : o acido kójico também pode ser útil para diminuir o melasma, que escurece a pele devido à gravidez.
  • Diminuir a aparência das cicatrizes : o acido kójico também pode reduzir a descoloração das cicatrizes. Embora o ácido não melhore a espessura do tecido cicatricial, ele pode reduzir a pigmentação escura associada a certos tipos de cicatrizes. Clarear a cicatriz pode torná-la menos perceptível.
  • Benefícios antifúngicos : acredita-se que o a. kójico também tenha alguns benefícios benefícios antifúngicos. Pode ser útil na prevenção e tratamento de certas infecções fúngicas, como pé de atleta e infecções por fungos.
  • Efeitos antibacterianos : o a. kójico também pode fornecer benefícios antibacterianos. Pode ajudar a diminuir as chances de desenvolver tipos comuns de infecções bacterianas da pele.

 

Segurança

 

Antes de usar produtos que contenham ácido kójico, é importante verificar se eles são seguros.

Os produtos cosméticos não são regulamentados da mesma forma que os medicamentos e os alimentos. 

Os produtos cosméticos não são obrigados por lei a serem aprovados antes de serem vendidos.

O FDA tem um programa de registro voluntário para fabricantes de cosméticos no qual as empresas podem relatar como seus produtos são feitos. 

Além disso, o Painel de especialistas da Cosmetic Ingredient Review (CIR) analisa a segurança.

Uma revisão do á. kójico descobriu que alguns estudos em ratos sugeriram que havia uma ligação com o crescimento do tumor quando o ácido era usado em altas concentrações.

No entanto, essa ligação era fraca, pois o á. kójico é lentamente absorvido pela circulação. É improvável que os níveis se tornem altos o suficiente para causar câncer em humanos.

Segundo os revisores, os dados disponíveis sugerem que o uso de produtos contendo ácido kójico na concentração de 2 por cento para produtos deixados na pele é considerado seguro.

O Painel de especialistas do CIR concordou que o ácido kójico pode ser usado com segurança em produtos cosméticos.

O ácido kójico cru está disponível, mas não é recomendado para uso na pele. 

O ácido kójico deve ser diluído em concentrações de no máximo 4%. Uma concentração de 1 a 2 por cento é recomendada para reduzir a chance de irritação da pele.

Tentar adicionar a. kójico cru a cremes ou loções pode ser difícil e resultar em níveis irritantes para a pele. 

Usar loções e cremes pré-fabricados para a pele que já contêm ácido k. em concentrações específicas pode ser uma opção melhor.

 

Riscos

 

Embora o uso de produtos contendo ácido k. possa ser considerado seguro para a maioria das pessoas, existem alguns riscos e possíveis efeitos colaterais.

Os efeitos colaterais podem incluir:

 

A pele pode queimar facilmente

Usar ácido kójico pode aumentar a probabilidade de alguém desenvolver queimaduras solares . A melanina ajuda a proteger a pele dos danos do sol devido aos raios ultravioleta.

Como o ácido kójico impede a produção de melanina, ele deixa a pele mais vulnerável às queimaduras solares.

 

Dermatite de contato

O ácido kójico pode causar dermatite de contato de contato em algumas pessoas, especialmente naquelas com pele sensível.

A dermatite de contato pode causar erupções na pele, coceira e manchas na pele. Em casos graves, podem ocorrer dores e bolhas.

A concentração de ácido k. em cremes, soros e sabonetes pode variar de acordo com o fabricante. 

Produtos com uma concentração mais alta de ácido kójico podem ter maior probabilidade de causar irritação.

 

Resumo

 

O ácido kójico pode ser útil para pessoas que apresentam manchas escuras na pele devido a danos causados ​​pelo sol, envelhecimento ou cicatrizes. 

Algumas pessoas com certas doenças de pele ou alergias podem ser aconselhadas a não usar ác. kójico, entretanto.

É sempre melhor falar com um dermatologista para garantir que o uso de produtos que contenham ác. kójico seja seguro.

Um dermatologista também pode fornecer recomendações sobre produtos específicos, incluindo a frequência de uso e a força da concentração.

Algumas pessoas podem ver os resultados após algumas semanas, embora possa demorar mais em certas situações. 

Produtos que contêm ácido kójico só podem ser recomendados para uso por um breve período.

Ao escolher os produtos, as pessoas devem seguir as instruções de uso. 

Também é importante verificar se o produto contém a concentração de ácido k. recomendada por um dermatologista.

Pessoas que desenvolvem erupção na pele ou irritação ao usar produtos que contêm ácido k. devem parar de usá-los imediatamente. 

Se os sintomas não desaparecerem em alguns dias, é melhor consultar um médico.

As pessoas não devem usar ácido kójico em pele já vermelha ou irritada. Também não deve ser usado em pele ferida.

 

 

 

Fonte: MedicalNewsToday

Ajude-nos compartilhando com seus amigos